Pular para conteúdo principal
Empoderamento Feminino

Empoderamento Feminino

Empoderamento Feminino

Lizandra Arita fala sobre o empoderamento Feminino.

Lizandra Arita fala sobre o empoderamento Feminino. Eu mesma escutei muito essa pérola e de tanto escutar ela se fez verdade na cabeça de muita gente. As tais das crenças gravadas no inconsciente que só servem para atrasar a vida da gente. Hoje em dia fico me perguntando!

Você já deve ter escutado aquela frase, “por trás de um grande homem sempre tem uma grande mulher”.

Eu mesma escutei muito essa pérola e de tanto escutar ela se fez verdade na cabeça de muita gente. As tais das crenças gravadas no inconsciente que só servem para atrasar a vida da gente. Hoje em dia fico me perguntando! Atrás? Atrás de um grande homem tem uma grande mulher? Não! De jeito nenhum!

As mulheres que eu conheço, que eu atendo e inclusive a mulher que minha mãe é, a mulher que eu sou, nós não estamos atrás de ninguém. As mulheres estão no lugar onde elas querem estar, onde elas escolhem estar. Pode ser na frente, pode ser ao lado, pode ser atrás, se isso for uma escolha dela consciente ou não.

O lugar da mulher é onde ela quer estar!

É claro que existe uma parcela da população que não tem muitas escolhas. Sobre tudo pelas condições sociais e econômicas, pela falta de autoconhecimento e consciência de si mesma, mas quando falamos sobre evoluções, isso está em todas as camadas. O fato é que as mulheres estão se empoderando cada vez mais. Estão descobrindo o seu poder, o seu valor, as suas capacidades e principalmente seus desejos.  Por esta razão o lugar de mulher é onde ela quer estar! Isso em todos os aspectos e âmbitos da vida, profissional, amoroso, social, e o mais importante com ela mesma.

Foi se o tempo em que as mulheres precisam de homens para fazer alguma coisa, claro que nada disso é fácil, há muita luta, temos muito a fazer, existem muitas barreiras a serem quebradas, muito preconceito a ser vencido, muitos paradigmas a serem derrubados, mas acho que estamos, enquanto sociedade, no caminho.

Por toda parte vemos mulheres incríveis, mostrando que o sexo é frágil só no preconceito. Somos dotadas de uma força imensa e estamos nos dando conta disso, o reflexo é a quantidade de mulheres que vemos trabalhando fora, buscando ótimas posições no mercado de trabalho, sendo independentes financeiramente, morando sozinhas e escolhendo com quem se relacionar.

Muitas até topam bancar a independência emocional, fugindo de relacionamentos abusivos, ou seja, não aceitamos mais hoje o que antes era considerado normal. As relações começam a ganhar um pouco mais de equilíbrio, com as mulheres impondo os limites daquilo que elas aceitam.

E essa independência pode ser ruim para as mulheres?

Algumas pessoas já me perguntaram isso. Eu acho que não! Acredito que toda mudança gera mais mudanças, e estamos neste momento em relação ao empoderamento das mulheres, estamos nos movendo de um lugar a outro e em muitas ocasiões não sabemos nos comportar frente as situações e fatos. É provável que nos sintamos sozinhas em alguns momentos, pode ser que nos sintamos inseguras, pode ser que alguns homens se assustam com toda essa independência.

Precisamos ser lúcidas e conscientes de nossas escolhas.

O que eu sempre falo para as mulheres no meu consultório é que elas estejam lúcidas e conscientes de todas as suas escolhas. Que elas possam ser independentes, não somente na vida prática, na profissão, na carreira, no fato de viajarem sozinha, de saírem com as amigas para se divertirem, mas, sobretudo que elas sejam independes emocionalmente.

Que este novo lugar para onde nos movemos nos traga mais certeza do caminho que queremos seguir. E como em todo caminho temos que lembrar que existem partes mais planas e partes mais íngremes. Que saibamos ter força e direção no momento das curvas porque é claro que elas vão aparecer. Que a gente possa encontrar o equilíbrio em nossas escolhas tendo clareza das consequências delas. Que a gente possa ser independente sem perder a capacidade de compartilhar. Que tenhamos nosso dinheiro, mas que possamos saber receber presentes. Que a gente tenha força, mas que também saibamos que às vezes tudo que precisamos é de um abraço bem acolhedor. Se soubermos unir todas essas características, não pendendo um só lado da balança acredito que possamos ser mais felizes.

Conheça a Alta Performance Feminina:

Afinal todo exagero, toda polaridade, todo o extremo, uma hora ou outra vai pesar e tudo que pesa é incomodo. Precisamos é de leveza. Por um mundo com mais mulheres fortes e doces, mulheres decididas e lúcidas fazendo suas escolhas lúcidas e conscientes.  Eu acredito nessa força e trabalho diariamente para ajudar mais mulheres a encontrar este equilíbrio, tão saudável na vida.

Visite www.arita.com.br

Abr4ços da Lizandra

Back To Top