Pular para conteúdo principal

Áreas de atuação

Autoconhecimento

Ter a percepção clara de quem somos, nos permite ponderar nossas atitudes diante das mais diversas situações do dia a dia.

Psicologia

Estudar o comportamento humano, os processos mentais, compreender as emoções e a forma de pensar do indivíduo.

Palestras e Cursos

Você conhecerá melhor suas qualidades, limitações e essência, algo que refletirá em todos os aspectos de sua vida.

Especialidades

Psicologia Clínica, Programação Neuro Linguística, Psicodinâmica em Negócios, Gerenciamento de Emoções e Conflitos.

[]
1 Step 1

Faça aqui, seu pré agendamento

Retornaremos seu contato

Seu nome:seu nome
Melhor dia para contato:of appointment
date_range
Melhor horário para contato:Escolha!
keyboard_arrow_leftPrevious
Nextkeyboard_arrow_right
Lizandra Arita
Siga Lizandra Arita no Facebook
Siga Lizandra Arita no Instagram
  • “Quem ama cuida”, diz o famoso e universal ditado popular. Embora possa ter inúmeras interpretações, é fato que o ato de cuidar de alguém sempre está relacionado a um sentimento positivo que induz a um posicionamento assertivo, envolvendo afeição, preocupação, dedicação, proteção. Cuidar é servir, se envolver, é oferecer ao outro tempo, talento, alento, muitas vezes na forma de pequenos gestos, palavras. Nesse sentido, trata-se de uma conduta inversamente proporcional à indiferença. Isso porque cuidar é se preocupar em perceber o outro como ele é realmente, com suas limitações, dores e desafios. É, portanto,  compreensão e aceitação também. É um olhar mais dedicado e profundo, pois cuidar envolve questões emocionais, história de vida, sentimento, emoções, de ambos os lados. Haverá momentos em que as dúvidas, os porquês virão à cabeça de quem está recebendo o nosso cuidado. Existirão momentos de crises, difíceis, sentimentos de impotência e raiva. Nem sempre a outra pessoa que merece nosso cuidado entenderá o que estamos fazendo por ela – quem teve ou tem filhos, sabe muito bem como isso se manifesta. Porém, o que importa é estarmos atentos a estas intempéries, dos outros e de nós mesmos, inclusive e seguir em frente, com resiliência. Muitas pessoas se esquecem que tem que se cuidar em primeiro lugar, pois se não estiverem bem em todos aspectos, não conseguirão cuidar dos outros. Por isso, trata-se de algo de muita complexidade. Devemos estar fortes e bem para zelar pelo outros, do contrário, muitas vezes mais atrapalhamos que ajudamos. Nosso emocional e físico devem estar alinhados, equilibrados. E isto sempre deve fazer com que nos motivemos mais e mais, para ajudar as pessoas que amamos e queremos o bem. Cuida, cuide mais! #lizandraarita #lizandraaritapsicologia #psicologia #psicoterapia #terapia #saudemental #sejamaisfeliz #bemestar #psicologiaclinica #psicodinâmica
  • Uma das manifestações mais virtuosas que nós podemos ter é amar o próximo sem esperar nada em troca. Usar do altruísmo, da empatia e da nossa benevolência intrínseca para ajudar aqueles que gostamos (e até de quem não gostamos), sem esperar qualquer retribuição. É muito gratificante quando conseguimos dar esse amor (na forma de respeito, atenção, ajuda ou compreensão), mesmo não tendo disponibilidade, apenas com pequenos gestos. Porém, até que ponto manifestamos esse comportamento na prática? Não se trata de algo fácil. Em diversas situações, nós não sabemos da nossa própria importância para o outro e, às vezes, só dedicamos tempo e praticamos determinados gestos se a pessoa nos disser explicitamente que precisa. Ocorre que, na maior parte das vezes, essa necessidade de ajuda não é verbalizada. A outra pessoa, em muitos casos, não quer pedir ou receber ajuda, mas indubitavelmente está precisando receber, sem perceber. É aí que entra em cena a empatia, que consiste na capacidade que temos de compreender os sentimentos e emoções do outro. Ao nos colocarmos no lugar das outras pessoas, ainda que por um instante, conseguimos nos identificar, nos conectar e, aí sim, ajudar. Não espere o pedido, nem tampouco a recompensa. Quando uma ação nossa contribui em algum aspecto da vida de uma pessoa, somos tomados de grande satisfação. Fique atento às pessoas ao seu redor, às situações cotidianas, e pratique o amor, em sua essência. #lizandraarita #lizandraaritapsicologia #psicologia #psicoterapia #terapia #saudemental #sejamaisfeliz #bemestar #psicologiaclinica #psicodinâmica
  • Muitas vezes, ao final de determinado dia, fazendo aquela análise rotineira, percebemos o quanto nos distraímos, e concentramos energias em coisas que não tinham relevância, perdendo o foco no que realmente importava. Infelizmente, isso é mais comum do que imaginamos. Sem perceber, deixamos nossas atribuições de lado para dar uma olhadinha no Facebook e, quando nos damos conta, acabamos ficando ali por muito mais tempo do que gostaríamos. No meio do turbilhão de estímulos das redes sociais, a concentração se perde. E aí, a pergunta que fica é: o que realmente é ter foco, e como fazemos para alcançar um nível de concentração em que nada nos faça dispersar, de modo que sejamos capazes de executar nossas tarefas e alcançar nossas metas? É realmente muito difícil conseguirmos um estado de foco total, sem permitir que nada nos distraia. Porém, existem alguns hábitos que podemos começar a praticar. O mais importante é saber estabelecer prioridades e, consequentemente, saber dizer não para aquilo que nos desvia delas. Uma boa dica é fazer uma lista do que precisa ser feito, e em qual ordem precisa feito, deixando-a em um lugar de destaque, para que a gente possa sempre visualiza-la, marcando os itens já concluídos. Isso pode não evitar, mas diminui bastante as chances de sairmos do foco, procrastinando. Uma pessoa focada tem três qualidades essenciais: planejamento, disciplina e continuidade. Primeiro ela planeja o seu dia, semana ou mês, depois, tem a disciplina para seguir o que fora projetado e então repete este processo sempre que o ciclo termina, criando assim, um hábito fortalecido, natural e perene. Trabalhar o foco é importantíssimo, pois otimiza nosso tempo, valoriza nossas habilidades, nos tornando pessoas mais produtivas, saudáveis e felizes. #lizandraarita #lizandraaritapsicologia #psicologia #psicoterapia #terapia #saudemental #sejamaisfeliz #bemestar #psicologiaclinica #psicodinâmica

Blog da Lizandra

Back To Top